| 
  • If you are citizen of an European Union member nation, you may not use this service unless you are at least 16 years old.

  • Buried in cloud files? We can help with Spring cleaning!

    Whether you use Dropbox, Drive, G-Suite, OneDrive, Gmail, Slack, Notion, or all of the above, Dokkio will organize your files for you. Try Dokkio (from the makers of PBworks) for free today.

  • Dokkio (from the makers of PBworks) was #2 on Product Hunt! Check out what people are saying by clicking here.

View
 

Guia de comandos Linux

Page history last edited by Sérgio Luiz Araújo Silva 10 years, 8 months ago

Guia de comandos linux

 

addgroup adiciona grupos de usuários
adduser adiciona usuários ao sistema
alias cria um atalho para um comando
apt instala programas
at agenda comandos
awk manipula textos
badblocks Comando para recuperação de hds
bc calculadora de linha de comando
case extrutura para escolhas múltiplas
cat mostra na tela arquivos
cd entra em diretórios
cdrecord grava cds e dvds em modo texto
cfdisk particionador de discos
chmod modifica permissões de arquivos
chown modifica o dono de arquivos e pastas
chpasswd permite modificar senhas através de scripts
chroot cria uma árvore falsa de arquivos
clear limpa a tela
crontab -e edita a tabela de agendamento de tarefas
convert recodifica caracteres
convmv converte nomes de arquivos para outra codificação
cp copia arquivos e pastas
cron agenda comandos para datas específicas
cut manipula campos de uma saída
date exibe e modifica a data do sistema
dd faz cópias perfeitas e muito mais
df mostra o espaço livre no disco
dhcpcd configura a rede com ip dinâmico DHCP
du mostra o espaço usado no disco
echo mostra uma string na tela
emacs editor super completo e complexo - se iniciante não se aventure
expr manipula expressões
fdisk particionador de discos
ffmpeg conversor de formatos de midia
for repete comandos determinados
find busca arquivos e pastas
free informa sobre o uso da memória
fuser identifica qual processo está usando um recurso
gparted particionador de discos
grep filtra textos
halt desliga o sistama
hostname mostra o nome do computador
head mostra as primeiras linhas de um arquivo
history Exibe o histórico de comandos
hwclock ajusta o relógio da placa mãe do computador
iconv recodifica arquivos
id mostra a identidade numérica do usuário
if "se" - faz testes (use em scripts)
ifconfig mostra e configura endereço de rede
imagemagick manipula imagens pela linha de comando
kill mata processos
killall mata processos
lastlog mostra o último login
less permite paginar uma saida na tela
lp para imprimir
ln cria links
ls lista o conteúdo de diretórios
lshw mostra informações sobre o hardware
lsof mostra processos associados a portas ou protocolos
lspci mostra informações sobre os dispositivos pci
man exibe o manula de um comando
mc gerenciador de arquivos por linha de comando
mcedit um editor de linha de comando fácil de usar
mondo ferramenta de backup do sistema
mount monta discos permitindo o acesso aos mesmos
mkdir cria pastas
mktemp cria arquivos temporários seguros
mv move ou renomeia arquivos e pastas
nano editor de textos de linha de comando bem fácil de usar
newusers cria usuários à partir de uma lista
netcat escreve através de conexões de rede
netstat mostra informações da rede
ngrep um grep que filtra dados na rede
nl mostra um arquivo na tela numerado
nmblookup procura no windows netbios o nome associado a um ip
nslookup usado para obter informações de um servidor dns
passwd modifica a senha
paste descricao
pdftk um kit de manipulação de pdfs
perl linguagem de programação interpretada
pidof mostra o pid de um processo
ping testa se um host está ativo
pppoeconf configura uma conexão adsl
ps mostra números dos processos
pwd mostra o diretório atual
pump atribui endereço ip via dhcp
redirecionamentos descricao
rcp cópia remota
recode recodifica arquivos
rename renomeia arquivos
rm remove arquivos e pastas
route Permite exibir a tabela de roteamento (configuração das rotas) IP do kernel, sendo que com uso das opções add e del permite também modificar esta tabela inserindo ou deletando registros.
rsh executa comandos remotos - remote shell
rsync sincroniza dados entre hosts
sed editor de streams
seq gera uma sequencia na tela
scp permite cópias entre dois hosts
sftp Permite cópias mais seguras que o scp
shred apaga um arquivo tornando o mesmo irrecuperável
sleep aguarda um tempo até a continuação de um comando
shutdown desliga ou renicia o comaputador
smbclient permite acesso à máquinas windows
sort ordena linhas de um arquivo
squid Controla acessos
split divide um arquivo em pedaços
stat mostra informações detalhadas sobre arquivos e diretórios
ssh permite acesso remoto de forma segura
sync sincroniza dados entre memória e discos
tail exibe as ultimas linhas de um arquivo
tar empacota arquivos compactados
time testa o tempo de execução de um comando
touch exibe a hora de criação de arquivos
tee descricao
tr faz substituição de caracteres
tty exibe o nome do terminal atual
uname exibe informações sobre a máquina
umask define e exibe as permissões ao criar arquivos e pastas
uniq remove linhas duplicadas
wc conta linhas de um arquivo
wget baixa arquivos e sites em modo texto
which descricao
who informa quem está logado no computador
whoami quem sou eu?
vim editor supercompleto e complicado para iniciantes
xargs construir listas de parâmetros ...
xkill permite matar processos graficamente
zip compacta arquivos

 

Dicas

Para repetir o ultimo comando use:

 

  !!

Para repetir o ultimo comando du faça:

 

  !du

Para ver o histórico de comandos use:

 

  history

 

Arquivos de configuração no linux

 

arquivo função
/etc/passwd contém a lista de usuários do sistema
[/etc/profile] carrega preferências para o shell dos usuários
/etc/hostname configura o nome da máquina
/etc/hosts permite identificar hosts pelo nome
.bashrc carrega o perfil do shell do usuário corrente

 

/etc/profile

 

Fonte: http://focalinux.cipsga.org.br/guia/intermediario/ch-pers.htm
Este arquivo contém comandos que são executados para todos os usuários do sistema no momento do login. Somente o usuário root pode ter permissão para modificar este arquivo.

Este arquivo é lido antes do arquivo de configuração pessoal de cada usuário (.profile(root) e .bash_profile).

Quando é carregado através de um shell que requer login (nome e senha), o bash procura estes arquivos em seqüência e executa os comandos contidos, caso existam:

   1. /etc/profile
   2. ~/.bash_profile
   3. ~/.bash_login
   4. ~/.profile


Ele ionterrompe a pesquisa assim que localiza o primeiro arquivo no diretório do usuário (usando a sequência acima). Por exemplo, se você tem o arquivo ~/.bash_login e ~/.bash_profile em seu diretório de usuário, ele processará o /etc/profile e após isto o ~/.bash_profile, mas nunca processará o ~/.bash_login (a menos que o ~/.bash_profile seja apagado ou renomeado).

Caso o bash seja carregado através de um shell que não requer login (um terminal no X, por exemplo), o seguinte arquivo é executado: ~/.bashrc.

Observação: Nos sistemas Debian, o profile do usuário root está configurado no arquivo /root/.profile. A razão disto é porque se o bash for carregado através do comando sh, ele fará a inicialização clássica deste shell lendo primeiro o arquivo /etc/profile e após o ~/.profile e ignorando o .bash_profile e .bashrc que são arquivos de configuração usados somente pelo Bash. Exemplo, inserindo a linha mesg y no arquivo /etc/profile permite que todos os usuários do sistema recebam pedidos de talk de outros usuários. Caso um usuário não quiser receber pedidos de talk, basta somente adicionar a linha mesg n no arquivo pessoal .bash_profile. 

 

 

 

Juntar dois arquivos PostScript ou PDF

Você pode juntar arquivos PostScript ou PDF.

 

$ gs -q -dNOPAUSE -dBATCH -sDEVICE=pswrite \

-sOutputFile=bla.ps -f foo1.ps foo2.ps

$ gs -q -dNOPAUSE -dBATCH -sDEVICE=pdfwrite \

-sOutputFile=bla.pdf -f foo1.pdf foo2.pdf

 

uso inteligente do less

 

ao invés de fazer:

 

  cat /etc/passwd | less
  
  faça

  less /etc/passwd

  ao invés de fazer

  cat /etc/passwd | grep $user
  
  faça:

  grep $user /etc/passwd
  
  ou 

  grep usuario /etc/passwd || echo "usuário inexistente"

 

Gerando números randômicos

A variavel $RANDOM gera números inteiros entre 0 e 32767. Achei que esta variavel não esta disponivel para sh. Eu testei aqui no BASH e funciona.

 

 

echo $RANDOM

Combinando com o comando cut (cortando do campo 1 até o 2, ou seja

gerando números randômicos de dois dígitos

 

echo $RANDOM | cut -c1-2

echo $((RANDOM%limite)) Limite é até onde gerar números aleatórios

echo $((RANDOM%11))

 

 

 

 

unixutils - comandos linux no windows

adicione os programas ao path do windows nas propriedades do sistema

variáveis de ambiente, é só colocar o caminho completo para os programas seguido de um ponto e vírgula

 

Referências

http://www.zago.eti.br/comandos.html

http://www.devin.com.br/eitch/comandos_linux/

http://www.onlinux.com.br/dicas/lnag/Linux_commands.htm

http://www.ss64.com/index.html

http://www.ss64.com/bash/

 

Veja também

 

Comments (0)

You don't have permission to comment on this page.